Visitantes

Semifrio de Festa Espelhado


Parece que os tempos mudam de ano para ano, e quando menciono "tempos", não me refiro somente às eras, incluo também realmente o tempo em si...
Este ano a Páscoa foi em tempo veranil, com muito calor. Por isso, este ano, para além dos tradicionais Folares, decidimos comemorar o aniversário do meu marido com um bolo fresco. Bom, bolo não será no seu termo exato, mas o nome certo será um semifrio decorado com "pompa e circunstância".
Esta receita tem uma base fundamentada nas receitas da Danielle Noce. É muito fácil de execução mas demorada no processo - por isso, é preciso ter tempo para ela.
Cá vai:

Para um bolo com aproximadamente D.24:

Mousse de baunilha
100 ml leite
125g açúcar
4 gemas
2 pacote gelatina pó
1 c. chá aroma baunilha
200g natas batidas em chantilly
Modo: Leva-se o leite a ferver, enquanto isso, batem-se os ovos com o açúcar.
Quando o leite atingir a fervura, adiciona-se a mistura dos ovos, mexendo muito bem até tudo estar bem incorporado e uniforme. Deixa-se ferver até o creme fazer ponte de estrada na colher. Adiciona-se o aroma e a gelatina. Mexe-se bem até a gelatina derreter e reserva-se.
Quando o creme estiver quase frio, adiciona-se 1/3 das natas batidas e mexe-se bem para que o creme amacie. Adicionam-se as restantes natas envolvendo apenas para que se crie uma textura de mousse. Coloca-se na forma e vai ao congelador até gelar.

Para este bolo, fiz uma camada pequena de mousse de baunilha (com metade da receita), foi a congelar em forma redonda pequena. Fiz nova mousse com o acréscimo de 60g de puré de frutos vermelhos ao invés da baunilha e coloquei-a numa taça redonda de inox. Entretanto a de baunilha já estava congelada e incorporei-a no meio da mousse dos frutos. Levei tudo novamente ao congelador para congelar.

Para a base de semifrio, usei massa de cakepop:
Pedaços de bolo esmigalhados
ganache de chocolate branco q.b. só para formar a pasta.
Amasse tudo muito bem até que consiga obter uma bola moldável.
Estenda uma base com o mesmo diâmetro da forma maior e com cerca de 1,5cm de espessura. Leve ao frio até à montagem do semifrio.

Glace de brilho
Leve ao lume 150g de xarope de glucose com 100ml de água.
Assim que ferver, adicione 100g de leite condensado e 1 saqueta de gelatina neutra.
Misture bem até obter um creme fluido. Adicione 150g de chocolate branco e mexa até que o chocolate se derreta inteiramente e não apresente pedaços.
Adicione um corante à sua escolha, mexa e reserve.

Montagem:
Coloque o semifrio desenformado por cima da base cakepop.
Entretanto, a glace de brilho já está fria, por isso, está na hora de glacear o "bolo".
Coloque o semifrio numa superfície onde possa ser banhado sem que o desperdício do banho se reserve junto a ele (pode ser em cima de um copo ou numa grelha com pés).
Deite a glace por cima até que cubra o "bolo" na totalidade. Leve ao congelador para solidificar a glace. Se for preciso, repita o banho quantas vezes achar oportuno.
Depois do glaceado estar firme, retire para um prato de servir e decore a gosto com frutas, chantilly, chocolate, etc.
Reserve no frio e só sirva após 2 a 3horas da retirada do congelador.

Um Bom proveito!




Pudim de Vinho da Madeira


Este pudim é a melhor maneira de terminar uma refeição entre amigos, onde se comemora algo de especial.
Esta receita aprendi com profissionais de restauração e dei-lhe um toque diferente com uma adaptação nova de sabores.
O seu aroma é divinal e a sua cor é de um bronze difícil de resistir ao deguste.
A receita é muito simples:

Ferva 375g de leite
Enquanto isso, junte 6 ovos e duas gemas com 200g de açúcar, 1 colher de sobremesa de amido de milho, 1 colher café de aroma de baunilha e 55g de vinho da Madeira (em substituição pode usar qualquer vinho licoroso seco)
Adicione o leite fervente ao preparado anterior e leve a cozinhar novamente até ferver novamente.
Entretanto unte uma forma de pudim (com tampa) com caramelo.
Leve o creme a cozer na forma com caramelo e em Banho-Maria, a 220º.
Desenforme apenas quando estiver frio e decore a gosto.

Um Bom aproveito!


Chá de Gengibre, limão e mel


Esta receita foi-me dada por um colega de Yoga - o Carlos, que quando lhe falei que, por questões de saúde, apenas estava autorizada a beber chás naturais, feitos com ervas ou ingredientes frescos ou biológicos, ele falou-me deste chá que devido aos benefícios do gengibre, experimentei e fiquei logo fã.
É muito simples, basta ter:
3 ou 4 raspas de gengibre fresco descascado e limpo
3 a 6 gotas de limão
1 c. sopa de mel
1 pau de canela (que dada a hora em que o fiz optei por não colocar - tal como o gengibre, a canela é um acelerador de metabolismo, como o fiz à noite, achei que iria interferir com o meu descanso noturno e por isso não coloquei, mas ficou ótimo sem a canela.)
500ml de água

MODO:
Ferva a água com as lascas do gengibre, a canela e as gotas de limão. Deixe ferver 5minutos.
Adicione o mel e mexa.
Beba-o não muito quente, não muito morno. Delicie-se!

Curiosidade sobre o gengibre:
"O gengibre é reconhecido como uma especiaria com grandes propriedades para a saúde, é carregado de nutrientes e compostos bioativos que possuem benefícios para o corpo e cérebro. Ficam 7 benefícios do gengibre para a saúde:
1. Ajuda no combate a doenças da garganta e das vias respiratórias
Devido às suas propriedades antissépticas e anti-inflamatórias, o gengibre (chá) ajuda a descongestionar as vias respiratórias quando a pessoa está com gripe ou com tosse.
2. Ajuda na prevenção do cancro
Uma investigação realizada pelo Instituto Hormel (na Universidade de Minnesota – Estados Unidos) revelou que o gingerol retarda o crescimento de tumores no intestino.
3. Ajuda no combate da dor muscular
Isso também é devido a seu efeito anti-inflamatório.
Num estudo realizado na Universidade da Geórgia (Estados Unidos) dois grupos de pessoas foram submetidas a exercícios de força para os braços. Um dos grupos ingeriu gengibre diariamente e o outro um placebo.
As conclusões desse estudo norte americano revelaram que o grupo que consumiu gengibre apresentou 25% menos dores e inflamações associadas aos exercícios.
4. Ajuda a perder peso
O gengibre é um alimento termogénico que pode acelerar o metabolismo em até 20%. A aceleração do metabolismo provoca um aumento de temperatura corporal e promove a queima de gordura.
5. Ajuda contra enjoos e náuseas
6. Fortalece as defesas do corpo humano
7. Dá energia e ânimo"

Um Bom proveito!

Flute de Baunilha e Chocolate à minha moda



Olá a todos!
Já faz algum tempo que não publico nada por aqui, mas não quero terminar o ano sem deixar um docinho delicioso para vocês colocarem na mesa amanhã - final de Ano.
É muito fácil fazer este flute de baunilha e chocolate, porque a base é a mesma para os dois:
Numa panela coloquem 500g de leite a ferver.
Pesem numa taça 175g de açúcar e 45g de farinha.
Juntem aos sólidos 2 gemas e 1 ovo. Misturem até obter um creme.
Assim que o leite ferva adicionem uma parte ao creme e mexa, agora junte-o ao restante leite.
Baunilha: Aromatize com aroma de baunilha ou raspa de uma vagem de baunilha. Deixe cozinhar até fazer ponto de estrada.
Chocolate: adicione cerca de 100g de cacau, 1 colher de manteiga e 70g de um vinho licoroso a gosto (Porto, Beirão, Cinzano, Favaios, etc.) Deixe cozinhar até que tudo se dissolva e faça ponto de estrada.
Num flute, humedeça as bordas com uma calda de açúcar e mergulhe-as em pepitas/ pastas ou pó de chocolate.
Coloque camadas dos dois cremes já mornos e leve ao frio.
Decore com um morango passado previamente no vinho usado antes de servir e delicie-se...

Um Bom proveito!

Bacalhau na Broa- aprovada e divulgada pela grande Dª Filipa Vacondeus


Esta receita, partilho convosco em memória de uma senhora amiga, com a qual aprendi a respeitar a reutilização das sobras. Falo da Dª Filipa Vacondeus que desde sempre incutiu na sua cozinha o conceito: "Tudo se aproveita, nada se deita fora".
Esta receita é minha, e aprovada/ divulgada pela Dª Filipa, dando-me os devidos créditos em 2014, na sua página do Facebook, embora eu a tenha apresentado com o uso da broa em vez do pão.
De fato... o nome da receita é Bacalhau na Broa e é servida com batata a murro - Português tradicional - mas tenho modificado o uso da broa para o uso do pão por causa da gordura que se torna menos evidente com a substituição. 
No entanto, se a quiserem fazer tal como em 2014 a publiquei e divulgada pela Musa da Cozinha Portuguesa, é só usarem uma broa mais gordinha e redondinha ao invés do pão.
Simples a receita:
2 postas de bacalhau demolhado e ferventado.
1 pão grande ou uma broa alta
1 cebola média cortada indiferenciadamente (mirrepoix)
1 dente alho picado finamente
sal e pimenta (branca)
salsa picada
folha de alumínio e tabuleiro de forno
Desfie o bacalhau em lascas grossas e separe e reserve o miolo do pão ou broa, transformando a carcaça em recipiente com tampa.
Entretanto leve em azeite, ao lume, a cebola cozinhando-a até começar a ficar translúcida. Junte o alho e o bacalhau. Aloure um pouco e junte o miolo de pão. Deixe corar um pouco.
Tempere e recheie a carcaça com o preparado. Regue com azeite, coloque a tampa da carcaça e embrulhe com a folha de alumínio.
Leve ao forno quente cerca de 10-15min para o sabor ser absorvido pelo pão todo. Retire do forno, retire a folha de alumínio e regue com mais um fio de azeite e salpique com salsa picada.
Sirva com as batatas a murro ou como aqui na foto, com legumes salteados em azeite e temperados com sal, pimenta e vinagre balsâmico.


Um Bom proveito!

Chantilly gelado aromatizado com mel e canela e com pedaços crocantes de praline de pistácio e sultanas


Depois de umas férias trabalhosas, nada melhor que refrescar a gula com uma sobremesa simples e deliciosa.
Este "gelado" é muito bom e também enche os olhos de quem espera pela hora mais doce da refeição.
Queiram ter:

Para o chantilly:
200ml de natas para bater (como de costume, uso as vegetais)
50g de açúcar
1c. sopa de mel

Bata as natas até iniciar a textura de chantilly, adicione aos poucos o açúcar e por fim o mel.
Bata até o creme ficar em pico nas varas da batedeira.
Leve ao frio até preparar a restante receita.

Para o crocante:
200g açúcar
100g de sultanas
150g de pistácio limpo

Comece por caramelizar ligeiramente o açúcar e adicione os frutos.
Numa folha de papel vegetal siliconizado ou untado com manteiga, verta este preparado, polvilhe com uma pitada de canela e deixe arrefecer até o caramelo solidificar.

Montagem:
Parta o crocante em pedaços pequenos e envolva-os no chantilly (deixe alguns para decoração).
Coloque este preparado numa taça com tampa e enfeite com o restante crocante. Verta um fio de mel sobre tudo e polvilhe com mais um pouco de canela.
Leve a congelar cerca de 3 horas e sirva.

 Um Bom proveito!

Bolo Brioche Aplefstrudel

 
O Aplefstrudel é uma sobremesa tipíca da Austria. Como gosto muito dela, e como a massa brioche é uma massa "multiusos" na doçaria, juntei o recheio de uma e a outra massa para poder transportar este bolo nos pic-nics de verão.
Queiram ter:

Para a massa:
250g farinha
13g de levedura fresca
leite q.b
1c. café aroma baunilha
2 ovos inteiros
30g de açúcar amarelo
1c café de sal grosso

Para o recheio:
2 maçãs reineta em pedaços
+- 100g de noz tostada em pedaços
1c. sobremesa de canela em pó
150g de açúcar
1c sopa de pão ralado
50ml de rum, aguardente ou bebida espirituosa a gosto

Modo:

Massa
Bata cerca de 100g de farinha com a levedura embebida em cerca de 25ml de leite. Bata até moldar uma bola e deixe repousar cerca de 20min. A este preparado chama-se "Isco".
Bata os restantes ingredientes, começando sempre pelos sólidos, e acrescentando depois os liquidos.
Junte o isco no fim do repouso (ele levedou e estará com cerca do dobro do tamanho). Bata até obter uma bola lisa, como massa para pão.
Deixe levedar 40min.
Neste tempo leve ao lume todos os ingredientes do recheio ao lume e deixe cozinhar até amolecer a maçã. Retire do lume e deixe arrefecer.
Tenda a massa em círculo e recheie com o preparado da maçã. Enrole como uma torta e corte discos (fatias) do rolo, dispondo-os num tabuleiro untado e enfarinhado. Pincele com gema de ovo e deixe levedar mais 20min. Asse em forno a 180º.
Dica: Pode diluir cerca de 100g de açúcar em pó com 1 e 1/2 colheres de sumo de limão e glacear (deitar em fio) este bolo quando estiver frio.

Um Bom proveito!