Visitantes

Pão de leite made in Italia



Esta receita surpreendeu-me. É tão fácil e tão boa que já é a receita eleita para pão de leite.
O modo de produção é ligeiramente diferente do que nós portugueses estamos habituados a fazer, mas confesso que me convenceu a adoptar este sistema para outras receitas.
É um pouco demorada mas acreditem que vale tanto a pena.
Deixo aqui em baixo o vídeo e a respectiva receita da Benedetta (Fatto in casa da Benedetta):

video

Modo:
250ml de leite morno
7g de açúcar
15g de levedura fresca
500g de  farinha T55 sem fermento
50g de azeite
1 ovo
1c.café de sal

Preparação:
Numa tigela coloque o leite morno, o açúcar e a levedura e misture.
Adicione 3 mãos cheias de farinha, misture e deixe repousar durante 15min - vai funcionar como Isco.
Passado este tempo adicione o azeite, o sal e o ovo. Junte a restante farinha e bata na bancada manualmente até se formar uma bola de massa lisa e enxuta.
Coloque a massa a levedar por cerca de 2h.
Ao fim do tempo, molde os pães e coloque-os num tabuleiro forrado com papel vegetal.  Leve a levedar por mais 35min.
Leve a cozer em forno a 200, por 25min.
Pincele com um pouco de água para que não crie uma crosta muito dura e reserve para servir.



Um Bom proveito!

Tarte de Leite Condensado achocolatado


Esta é mais uma receita cuja base pertence ao Chef Rudolph Van Veen, mas nesta confesso que modifiquei a receita por uma razão apenas: Não sei a receita original completa. Sei a sua base e foi com este principio que fiz esta tarte. O resultado foi altamente satisfatório. Não resulta numa tarte muito doce, nem enjoativa. Tem um grau de dificuldade fácil e todos aprovaram.

Queiram ter para a base da tarte:
200g de bolacha digestiva
150g de manteiga amolecida

Pique ou esfarele a bolacha e adicione a manteiga. Misture bem até obter uma pasta que pressionada se uniformize e compacte a base da forma de tarte.

Para o creme de recheio:
1 lata de leite condensado
4 ovos inteiros
1c. sopa bem cheia de chocolate solúvel para leite
200ml de natas

Bata os ovos e adicione o chocolate, o leite e as natas. Misture bem até que fique um preparado homogéneo.
Verta este preparado por cima da base de bolacha já enformada.

Leve ao forno a cozer a 180º até que o palito saia limpo.

Entretanto, faça um creme de chocolate com:
100g de chocolate e 100g de natas bem quentes. Adicione um pouco de manteiga para dar brilho.

Quando a tarte estiver cozida, verta o creme de chocolate por cima e espalhe por todo o topo.
Leve ao frio por cerca de 2 horas.
Ao fim deste tempo, desenforme e enfeite a gosto.
Sirva-a fresquinha.

Um Bom proveito!


Mega pastel folhado de Maçã


Esta receita é de autoria do Chef pasteleiro Rudolph Van Veen, não alterei quase nada porque, na verdade não precisa de alterações - é perfeita!

Queiram ter:
Massa folhada de compra - mais rápida e económica.
2 maçãs bem docinhas a gosto
1 chávena de chá de nozes tostadas e outros frutos secos que goste
2 c. sopa de coco ralado
1 c. sopa de açúcar
1c. sopa de canela
1c. sopa de farinha
1c. sopa de mel
1 c. sopa de manteiga amolecida.

Corte a maçã em pedaços pequenos e misture com todos os ingredientes, à exceção da massa folhada.
Estenda a massa folhada e reparta-a em duas folhas de tamanho igual.
Em cima de uma folha coloque todo o recheio da maçã e pincele as laterais com manteiga amolecida.
Tape com a segunda folha de massa folhada pressionando bem as laterais para que fiquem bem unidas.
Pincele o pastel com manteiga amolecida e leve a assar a 200º até que a massa fique bem dourada e toda ela estaladiça.
Polvilhe com açúcar em pó e delicie-se partilhando esta doçura com a família.

Um Bom proveito!

Tostas Francesas com recheios prontos e rápidos


Estas tostas são um excelente complemento para iniciar o dia ou comer num lanche, pois são bastante nutritivas. Cá em casa, são um êxito!

Ingredientes para 4 tostas:
1 ovo inteiro
100ml de leite
13g de açúcar
8 fatias de pão sem côdea
manteiga q.b.
canela em pó q.b. - apenas para tostas doces

Modo
Bata o ovo com o açúcar, o leite e a canela (caso a use) até todos os ingredientes estarem bem unidos.
Numa tábua, comece por fazer sanduiches com o pão, usando recheios à sua escolha*.
Molhe bem a sanduiche na mistura de ovo (como nas fatias douradas), e leve a dourar, ambos os lados, numa frigideira com manteiga.
Sirva quente como parte de um lanche ou pequeno almoço.

* Dicas para recheio:
Para recheios já prontos, pode usar: marmelada, nutella, queijo e fiambre, patés, saladas, salsichas e carnes já prontas, etc.
Para recheios rápidos e feitos na hora, pode usar cremes: de ovos, de chocolate, de maçã, ovos estrelados, cebola frita, etc.
Desta vez, usei para as minhas filhas os recheios de salsicha com mortadela de azeitona e queijo; marmelada e mistas de queijo e fiambre:




Um Bom proveito!

Semifrio de Festa Espelhado


Parece que os tempos mudam de ano para ano, e quando menciono "tempos", não me refiro somente às eras, incluo também realmente o tempo em si...
Este ano a Páscoa foi em tempo veranil, com muito calor. Por isso, este ano, para além dos tradicionais Folares, decidimos comemorar o aniversário do meu marido com um bolo fresco. Bom, bolo não será no seu termo exato, mas o nome certo será um semifrio decorado com "pompa e circunstância".
Esta receita tem uma base fundamentada nas receitas da Danielle Noce. É muito fácil de execução mas demorada no processo - por isso, é preciso ter tempo para ela.
Cá vai:

Para um bolo com aproximadamente D.24:

Mousse de baunilha
100 ml leite
125g açúcar
4 gemas
2 pacote gelatina pó
1 c. chá aroma baunilha
200g natas batidas em chantilly
Modo: Leva-se o leite a ferver, enquanto isso, batem-se os ovos com o açúcar.
Quando o leite atingir a fervura, adiciona-se a mistura dos ovos, mexendo muito bem até tudo estar bem incorporado e uniforme. Deixa-se ferver até o creme fazer ponte de estrada na colher. Adiciona-se o aroma e a gelatina. Mexe-se bem até a gelatina derreter e reserva-se.
Quando o creme estiver quase frio, adiciona-se 1/3 das natas batidas e mexe-se bem para que o creme amacie. Adicionam-se as restantes natas envolvendo apenas para que se crie uma textura de mousse. Coloca-se na forma e vai ao congelador até gelar.

Para este bolo, fiz uma camada pequena de mousse de baunilha (com metade da receita), foi a congelar em forma redonda pequena. Fiz nova mousse com o acréscimo de 60g de puré de frutos vermelhos ao invés da baunilha e coloquei-a numa taça redonda de inox. Entretanto a de baunilha já estava congelada e incorporei-a no meio da mousse dos frutos. Levei tudo novamente ao congelador para congelar.

Para a base de semifrio, usei massa de cakepop:
Pedaços de bolo esmigalhados
ganache de chocolate branco q.b. só para formar a pasta.
Amasse tudo muito bem até que consiga obter uma bola moldável.
Estenda uma base com o mesmo diâmetro da forma maior e com cerca de 1,5cm de espessura. Leve ao frio até à montagem do semifrio.

Glace de brilho
Leve ao lume 150g de xarope de glucose com 100ml de água.
Assim que ferver, adicione 100g de leite condensado e 1 saqueta de gelatina neutra.
Misture bem até obter um creme fluido. Adicione 150g de chocolate branco e mexa até que o chocolate se derreta inteiramente e não apresente pedaços.
Adicione um corante à sua escolha, mexa e reserve.

Montagem:
Coloque o semifrio desenformado por cima da base cakepop.
Entretanto, a glace de brilho já está fria, por isso, está na hora de glacear o "bolo".
Coloque o semifrio numa superfície onde possa ser banhado sem que o desperdício do banho se reserve junto a ele (pode ser em cima de um copo ou numa grelha com pés).
Deite a glace por cima até que cubra o "bolo" na totalidade. Leve ao congelador para solidificar a glace. Se for preciso, repita o banho quantas vezes achar oportuno.
Depois do glaceado estar firme, retire para um prato de servir e decore a gosto com frutas, chantilly, chocolate, etc.
Reserve no frio e só sirva após 2 a 3horas da retirada do congelador.

Um Bom proveito!




Pudim de Vinho da Madeira


Este pudim é a melhor maneira de terminar uma refeição entre amigos, onde se comemora algo de especial.
Esta receita aprendi com profissionais de restauração e dei-lhe um toque diferente com uma adaptação nova de sabores.
O seu aroma é divinal e a sua cor é de um bronze difícil de resistir ao deguste.
A receita é muito simples:

Ferva 375g de leite
Enquanto isso, junte 6 ovos e duas gemas com 200g de açúcar, 1 colher de sobremesa de amido de milho, 1 colher café de aroma de baunilha e 55g de vinho da Madeira (em substituição pode usar qualquer vinho licoroso seco)
Adicione o leite fervente ao preparado anterior e leve a cozinhar novamente até ferver novamente.
Entretanto unte uma forma de pudim (com tampa) com caramelo.
Leve o creme a cozer na forma com caramelo e em Banho-Maria, a 220º.
Desenforme apenas quando estiver frio e decore a gosto.

Um Bom aproveito!


Chá de Gengibre, limão e mel


Esta receita foi-me dada por um colega de Yoga - o Carlos, que quando lhe falei que, por questões de saúde, apenas estava autorizada a beber chás naturais, feitos com ervas ou ingredientes frescos ou biológicos, ele falou-me deste chá que devido aos benefícios do gengibre, experimentei e fiquei logo fã.
É muito simples, basta ter:
3 ou 4 raspas de gengibre fresco descascado e limpo
3 a 6 gotas de limão
1 c. sopa de mel
1 pau de canela (que dada a hora em que o fiz optei por não colocar - tal como o gengibre, a canela é um acelerador de metabolismo, como o fiz à noite, achei que iria interferir com o meu descanso noturno e por isso não coloquei, mas ficou ótimo sem a canela.)
500ml de água

MODO:
Ferva a água com as lascas do gengibre, a canela e as gotas de limão. Deixe ferver 5minutos.
Adicione o mel e mexa.
Beba-o não muito quente, não muito morno. Delicie-se!

Curiosidade sobre o gengibre:
"O gengibre é reconhecido como uma especiaria com grandes propriedades para a saúde, é carregado de nutrientes e compostos bioativos que possuem benefícios para o corpo e cérebro. Ficam 7 benefícios do gengibre para a saúde:
1. Ajuda no combate a doenças da garganta e das vias respiratórias
Devido às suas propriedades antissépticas e anti-inflamatórias, o gengibre (chá) ajuda a descongestionar as vias respiratórias quando a pessoa está com gripe ou com tosse.
2. Ajuda na prevenção do cancro
Uma investigação realizada pelo Instituto Hormel (na Universidade de Minnesota – Estados Unidos) revelou que o gingerol retarda o crescimento de tumores no intestino.
3. Ajuda no combate da dor muscular
Isso também é devido a seu efeito anti-inflamatório.
Num estudo realizado na Universidade da Geórgia (Estados Unidos) dois grupos de pessoas foram submetidas a exercícios de força para os braços. Um dos grupos ingeriu gengibre diariamente e o outro um placebo.
As conclusões desse estudo norte americano revelaram que o grupo que consumiu gengibre apresentou 25% menos dores e inflamações associadas aos exercícios.
4. Ajuda a perder peso
O gengibre é um alimento termogénico que pode acelerar o metabolismo em até 20%. A aceleração do metabolismo provoca um aumento de temperatura corporal e promove a queima de gordura.
5. Ajuda contra enjoos e náuseas
6. Fortalece as defesas do corpo humano
7. Dá energia e ânimo"

Um Bom proveito!